Skip to content

Cuba

July 8, 2014
20140707-115456-42896863.jpg

Trinidad

Cuba foi uma surpresa. Em Havana, vive-se os palácios em ruínas com esgoto à porta. Pelas estradas do interior há cartazes com as caras de Che, Fidel e Camilo Cienfuegos por entre as vacas magras. Nas praias, resorts “all-inclusive” estragam qualquer paraíso com reggaeton em altos berros. Mas também há os deliciosos sumos de manga, nas “cafeterias” onde os turistas não se atrevem a ir. Há a arquitectura reconstruída que é um museu a céu aberto. E depois é percorrer os enormes vales da cana de açúcar, para quem aprecia paisagem. É complicado, mas é por isso que é interessante.

Cuba was a surprise. In Havana, every house is a ruined palace with sewage running through the street. Throughout the roads, inland, there are billboards with Che, Fidel and Camilo Cienfuegos scattered among the thin cows. On the beach, “all-inclusive” resorts turn any paradise into a loud reggaeton nightmare. But there are also the delicious mango juices, in the “cafeterias” where no tourist seems to venture. There is the reconstructed architecture that turns cities into open-air museums. And then there are always the huge sugar-cane-filled valleys, for those of us who love landscapes. It’s complicated, but that is what makes it interesting.

20140707-115454-42894674.jpg

Central Havana

20140707-115453-42893091.jpg

Habana Vieja

20140707-115650-43010558.jpg

Valle de los Ingenios

20140707-120015-43215907.jpg

20140707-120109-43269414.jpg

20140707-120201-43321855.jpg

2 Comments leave one →
  1. July 8, 2014 9:27 am

    Já estive em Cuba há imenso tempo e lembro-me de ter ficado fascinada com a zona antiga porque parecia que tinha ficado parada no tempo na parte que diz respeito aos edifícios e aos automóveis. Fiquei maravilhada com a paisagem natural e o clima. Mas depois chocou-me a pobreza extrema em que viviam as pessoas. Anos mais tarde li um livro de que já não me lembro o nome mas que foi um dos que mais me marcou. Ainda hoje me vem à memória sempre que me falam de Cuba. Revelou-me uma imagem tão má da pobreza humana e de uma forma tão miserável que eu ingénua nem imaginava que existia. Era um relato de ficção tão próximo do real que fiquei sem qualquer vontade de lá voltar. Um sítio muito complicado de se visitar sem dúvida. Quem sabe um dia com mais coragem volto … Mas gostei das fotografias e Trinidad que não cheguei a visitar deixou-me curiosa.

    • July 10, 2014 9:41 pm

      É realmente complicado. E o pior é que as coisas, mesmo assim vão-se aguentando e basta olhar para os países vizinhos para ver as alternativas….
      Trinidad é património da humanidade e por isso tem direito a edifícios reconstruídos e tudo. É menos populado, o que traz uma melhor qualidade de vida. Mas basta sair da zona central e o chão torna-se insuportável, as casas quase a cair e amontoados de lixo e esgoto estão por toda a parte…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: